ECOLOGIA TEÓRICA E APLICADA

Se você já andou em uma floresta, provavelmente percebeu que alguns locais possuem mais espécies do que outros. Certamente você já ouviu que a floresta Amazônica é a mais diversa do mundo. Você já se perguntou por quê alguns locais são mais diversos do que outros? Ou como que florestas tropicais acumularam tantas espécies ao longo de milhões de anos? Estas são algumas das questões que nós tentamos responder em meu laboratório sob uma perspectiva ecológica e evolutiva.

 

Embora pareça óbvio que a maioria dos mosquitos vive próximo à água ou que árvores cheias de frutos terão mais aves, em amplas escalas espaciais (ex. continental), os padrões de diversidade estão longe de serem óbvios. Habitats aparentemente similares podem ter número muito distinto de espécies dependendo se o local está em uma região tropical ou temperada, ou se está próximo de um continente ou em uma ilha isolada... Além disso, (quase) todas os organismos compartilham padrões idênticos de distribuição (ex. Storch et al. 2012, Nature), sugerindo que as mesmas regras ecológicas e evolutivas em última instância criam os padrões de distribuição de árvores, aves, peixes e besouros. Descobrir quais são estas regras gerais de biodiversidade é o que nós fazemos!

 

No laboratório, nós não estamos comprometidos em estudar nenhum taxon em particular, pois acreditamos que existem regras gerais que governam a distribuição de toda a biodiversidade. Desta forma, nós estudamos padrões gerais que podem ser úteis para entender a distribuição de todas as espécies. Claro, nossos estudos ultimamente precisam focar em um táxon em particular e em uma região geográfica e cada aluno pode trabalhar com o grupo que mais se identifica. Entretanto, invariavelmente o foco está em prover respostas que são úteis para a ciência de maneira mais ampla, independentemente do grupo taxonômico e da região geográfica (veja em Equipe os projetos que estão sendo desenvolvidos no lab).

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Centro de Ciências Naturais e Exatas

Universidade Federal de Santa Maria

© 2023 by Scientist Personal. Proudly created with Wix.com

  • Twitter Clean Grey
  • LinkedIn Clean Grey